POLÍTICA DE VIAGEM NA SELVA

A pesca na selva amazônica representa uma das últimas fronteiras no mundo da pesca com mosca. Como acontece com qualquer um desses destino, pode haver desafios associados à oferta de uma experiência de primeira classe em um lugar remoto. Na Amazônia, as condições do nível da água irão, ocasionalmente, apresentar tais desafios.

Os ciclos anuais do nível de água do rio Amazonas não são uma equação simples, mesmo para os especialistas locais mais experientes. Normalmente, os níveis de água altos e baixos seguem um ciclo mensal bastante previsível, mas as mudanças climáticas e os efeitos de ciclos mais fortes ou mais fracos de El Niño e La Niña podem afetar direta e imediatamente esses níveis.Especificamente, esses eventos El Niño e La Niña tendem a impactar a quantidade de chuva nas cabeceiras dos rios amazônicos, que por sua vez afeta toda a bacia amazônica.

O sistema Xingu possui mais de 400 quilômetros de rios e afluentes. Este sistema de água exclusivo e extenso permite uma flexibilidade incomparável. Embora a temporada do Xingú tenha sido escolhida para coincidir com as melhores condições da água anualmente, especialmente para a pesca de Cachorras; é difícil prever os níveis de água, e este é um dos riscos associados à pesca na Amazônia. Se você não se sentir confortável com o risco de os níveis do rio ficarem muito altos ou baixos durante a sua viagem, então provavelmente não é a viagem para você. Você não será reembolsado por condições da água que não atendam às suas expectativas.

PROTOCOLO COVID

Os protocolos de saúde solicitam:

  • Todos devem usar máscaras enquanto estiverem dentro do território indígena
  • As medidas de distanciamento social estão em vigência e devem ser respeitadas
  • Serão utilizados tapetes de higienização para calçados nas entradas de áreas indígenas
  • A higienização das mãos é obrigatória antes de visitar as aldeias

Planos de contingência

NÚMEROS DE CONTATO DE EMERGÊNCIA